Presidente do Conselho de Turismo propõe alternativas ao setor para enfrentar crise hídrica



Em tempos de crise de energia e racionamento de água a solução para o setor de Turismo é economizar e investir em formas alternativas de fornecimento, avalia o presidente do Conselho Empresarial de Turismo Pró-Rio da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ). Nesta quinta-feira (5), o empresário destacou, durante entrevista para o Jornal da ACRJ, o uso de temporizadores nas torneiras e chuveiros de hotéis como práticas essenciais para lidar com a crise hídrica.


“Tornar os banhos nos hotéis mais econômicos através de temporizadores nos chuveiros e o reuso da água na captação pluvial são alternativas eficazes adaptadas preventivamente para enfrentar essa época de escassez” afirmou.


Formas alternativas como uso da energia solar, por exemplo, são bastantes difundidas no setor, declara Sávio Neves. A utilização de lâmpadas fluorescentes e sistema de ar condicionado e refrigeração mais econômicos nos hotéis são adaptações que os estabelecimentos têm feito gradativamente, acrescentou.


Para o Carnaval, um dos eventos turísticos mais importantes do Brasil, Neves acredita que a crise hídrica não irá afetar a festa. “Se trata de uma situação pontual e vamos passar sem prejuízos maiores”, concluiu.


Sobre o Conselho de Turismo Pró-Rio


Com o objetivo de colaborar com a formulação e implantação de políticas de desenvolvimento do turismo, o Conselho Empresarial de Turismo Pró-Rio da ACRJ promove debates, mesas de discussão e seminários, que recebem membros das cúpulas dos governos municipal, estadual e federal. Nos encontros, empresários dos vários setores apontam para a definição de propostas que fomentem o progresso do estado.


FONTE: Agência Brasil

© Sávio Neves. Todos os direitos reservados.