Angela Costa é eleita presidente da ACRJ e Humberto Mota é reeleito presidente do Conselho Superior

A empresária Angela Maria Machado da Costa foi eleita pelo Conselho Superior da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) como a nova presidente da entidade para o biênio 2017/2019. A atual vice-presidente administrativo e financeiro toma posse no mês de junho. A votação aconteceu hoje (29), na Casa de Mauá e teve a presença de 62 grandes beneméritos e beneméritos da ACRJ. Foram eleitos, ainda, o benemérito Benjamin Nasário Fernandes Filho e o diretor Hélio Paulo Ferraz, como 1º e 2º vice-presidentes, respectivamente. A data marcou, também, as eleições para a diretoria do Conselho Superior da instituição. Foram reeleitos o presidente, Humberto Eustáquio Cesar Mota; o vice-presidente, Marco Polo Moreira Leite e o diretor-secretário, Juarez Machado Garcia.

Angela Costa ressaltou em seu discurso que será a primeira mulher à frente da entidade e que é uma grande responsabilidade se tornar presidente de uma instituição bicentenária. “Agradeço a Deus, ter permitido que eu viesse a ser a primeira mulher a ocupar esta cadeira, onde me antecederam grandes nomes da história, particularmente, do empreendedorismo no Brasil, nos últimos 200 anos, cujo símbolo é nosso patrono, Irineu Evangelista de Souza, o Visconde de Mauá”, afirma Costa. “Dar continuidade a histórica trajetória da mais antiga entidade de representação Civil do país é a maior responsabilidade que pode se colocar diante de qualquer empresário, consciente da importância de seu papel na comunidade que integra”, conclui.

O atual presidente da ACRJ, Paulo Protasio, parabenizou a sua sucessora afirmando que Costa “será exitosa em seu trabalho”. Na ocasião, Protasio ressaltou a importância da revisão do Estatuto da entidade para que permita maior transparência e participação dos Associados, no processo eleitoral, sugerindo a criação de uma Comissão de Reforma Estatutária, a ser presidida pelo benemérito Joaquim Falcão.

“A análise a ser realizada pela Comissão de Reforma Estatutária deverá resultar na proposição de uma reforma que modernize a governança da Casa de Mauá. A participação do Associado no apoio à proposta de Reforma do Estatuto será fundamental para a unidade e integração dos processos democráticos em nossa entidade”, explica Protasio.

© Sávio Neves. Todos os direitos reservados.