Observatório da Saúde realiza fórum para debater problemas ambientais e suas consequências à saúde


Com o objetivo de discutir e propor soluções para os problemas ambientais e seus reflexos na saúde humana, o 4° Fórum do Observatório da Saúde vai reunir, em 5 de junho - Dia Mundial do Meio Ambiente -, médicos e pesquisadores que irão debater, entre outros temas, as interfaces das alterações climáticas e suas consequências para a sobrevivência do planeta. O evento acontecerá na Universidade Castelo Branco, no Centro do Rio. Entre os palestrantes estão o médico Newton Richa, Representante da UFRJ na Comissão Nacional de Segurança Química, e os pesquisadores Ana Maria Oestreich, do Instituto SENAI de Inovação em Química Verde e Marcus Vinicius Brandão, especialista em Prevenção e Controle da Poluição por Petróleo no Mar. “Serão abordados os grandes desafios ambientais da atualidade. Além disso falaremos também dos 17 desafios do desenvolvimento Sustentável, propostos pela ONU – Organização das Nações Unidas – Iremos aproveitar a oportunidade também para alertar para a necessidade de gestão adequada de produtos químicos, tendo em vista a sua aplicação em praticamente todas as atividades humanas. O objetivo principal desse evento é a mobilização de todos para a preservação do planeta”, Explica Dr. Newton Richa, coordenador do fórum e mediador do debate. Entre os assuntos debatidos estarão também melhores práticas na utilização industrial de produtos químicos; economia circular no contexto da saúde ambiental; proteção da saúde dos trabalhadores nas operações da indústria de petróleo e gás; entre outros. O fórum é aberto ao público, porém as vagas são limitadas. A inscrição gratuita deve ser feita no site www.castelobranco.br/extensao.

© Sávio Neves. Todos os direitos reservados.