Trem do Corcovado faz 137 anos com festa, bolo e missa

A Banda da Guarda Municipal fez o som das homenagens, que foram seguidas de uma missa de Ação de Graças celebrada pelo padre Omar Raposo, reitor do Santuário do Cristo Redentor


9 de outubro de 2021





O Trem do Corcovado e da Estrada de Ferro comemora 137 anos neste sábado, 09/10. É a primeira ferrovia eletrificada do Brasil.

Inaugurado em 1884 pelo Imperador D. Pedro II, o Trem do Corcovado já levou papas, reis, príncipes, presidentes da república, artistas e cientistas em seus vagões. O passeio é, ainda, ecológico. O Trem atravessa o Parque Nacional da Tijuca, um pedaço da mata atlântica, considerado um exemplo de preservação da natureza.


Segundo o empresário Sávio Neves, presidente do Trem do Corcovado, D. Pedro II teve a ideia de construir a estrada porque admirava a vista do alto do Rio, então capital federal. O passeio, que passa pela Floresta da Tijuca, não era até onde fica hoje o Cristo Redentor – que só seria inaugurado em 1931 – e sim até um mirante conhecido como Chapéu de Sol, que era ponto de encontro de namorados. O Cristo Redentor comemora 90 anos na próxima terça-feira (12).


A festa de aniversário do trenzinho teve a Banda da Guarda Municipal, seguida uma missa de Ação de Graças celebrada pelo padre Omar Raposo, reitor do Santuário do Cristo Redentor. E bolo para os presentes.

Para o futuro do Trem, Sávio Neves, ao DIÁRIO DO RIO, garante que: “O Trem do Corcovado, ciente deste novo cenário, se prepara para atrair os turistas brasileiros, em especial SP, MG, do próprio Rio, ES, GO, DF. São 11 milhões de brasileiros que viajam todos os anos para o exterior e que por diversos motivos agora estarão desestimulados para sair do País. É este público que tem potencial de visitar o Brasil, que estaremos atraindo pro Rio”.


Fonte: DIÁRIO DO RIO